Na altura, fiquei calada.

>> 20080923

Antes do 11 de Fevereiro, mais precisamente no dia 17 de Novembro de 2007, ouvi um membro da FRETILIN Coimbra avisar um amigo meu de ... :"atenção aos próximos 3 meses. Daqui a 3 meses a gente fala". As palavras não são textuais mas a mensagem é. O emissor referia-se a algo que iria acontecer. Algo que a FRETILIN iria ver com agrado.

11 de Fevereiro, já sabemos, agora. Coincidência?

E agora, lê-se no mais terrível blogue que conheço:


Imagem PrtSc do blogue TLN aqui (20 de Setembro de 2008 20:15")



http://klaak-semanal.blogspot.com/


12 comentários:

Anónimo,  terça-feira, 23 de setembro de 2008 às 04:07:00 WEST  

Vamos estar todos atentos para ver se essa dita marcha da paz nao vai passar de somente uma desculpa para mais violencia e instabilidade.

Os senhores da Fretilin empenharam-se desde a partida no derrube do actual governo da AMP.
O proprio Mari Alkatiri disse nessa entrevista com o jornal partidario 'Kla'ak' que a unica solucao e' o derrube imediato do governo.

Como nao se derrubam governos com o pretexto de haver paz e estabilidade, o Mari Alkatiri vai ter que criar precisamente o contrario.

Nao e' de esquecer quem disse "So a Fretilin pode criar a estabilidade ou instabilidade".

No entanto se a violencia voltar a Timor ficara provado de uma vez por todas os verdadeiros intentos e interesses de Mari Alkatiri e os seus camaradas da dita Fretilin Maputo.

Para esses, o povo que se lixe.

Mas sou da opiniao que a lei deve ser severa ao exigir as devidas responsabilidades dos principais organizadores partidarios na eventualidade de a situacao degenerar-se em violencia.

Ja nao se pode admitir que alguns senhores se achem no direito de brincarem com as vidas do povo que so quer viver em paz e com dignidade.

Moriae terça-feira, 23 de setembro de 2008 às 04:15:00 WEST  

Há expressões que não devem ser ditas porque podem ganhar forma.

Antepenúltimo parágrafo. Não aceito. Como é que alguém que não sente assim pode dizer aquilo que um sacana pode dizer?

...

Anónimo,  terça-feira, 23 de setembro de 2008 às 16:47:00 WEST  

o membro da fretilin de coimbra é o francisco vicente guterres de (baukau) ou antonio monterio de iliomar (lospalos). Estamos mira deles, são fanatismo de fretilin maputo.nos aqui temos todos os dados deles de FAFC

Anónimo,  terça-feira, 23 de setembro de 2008 às 16:56:00 WEST  

estamos preparados infrentar plano marcha d disturbios/deroubar AMP, mas alem das forças compotentes (Força ISF,PNTL e FDTL para segurança)nos estamos prontos para morrer,servir e matar. em dili temos mais de 15 mil homens pronto para apoiar forças compotentes

viva timor leste
viva xanana
viva AMP

Anónimo,  terça-feira, 23 de setembro de 2008 às 19:08:00 WEST  

Qual a razao duma 'Marcha da Paz', quando a situacao politico-social do pais decorre em perfeita normalidade?!...

A quem interessa "levantar ondas"???

Aos mesmos de sempre, ja se sabe. Nao lhes interessa o bem estar social do povo, o que lhes interessa e' trazer a Fretilin para a ribalta - nem que seja armando confusao e semeando ventos...

"Havemos de Governar por 50 anos!"...
Ja sabemos no que essas ameacas deram no passado... esperemos que a "coisa" nao se repita!...

Enfrentem a realidade e nao sejam cobardes, respeitem a alternancia democratica!

Nao podemos ficar calados!

Viva Timor-Leste!
Viva Xanana Gusmão!

Anónimo,  quarta-feira, 24 de setembro de 2008 às 07:29:00 WEST  

Vamos ver o que pretendem com essa marcha. Os timorenses eatao fartos dessas politiquices.

Anónimo,  quarta-feira, 24 de setembro de 2008 às 19:32:00 WEST  

Eleições antecipadas onde? Na Fretilin? Que grande ideia! A realidade ir-se-á incumbir de mais um passo deste sr....

Anónimo,  quinta-feira, 25 de setembro de 2008 às 12:51:00 WEST  

Timor-Leste: SITUAÇÃO DETERIOROU-SE EM 2007/8, "CAIU" 22 LUGARES. Lisboa, 23 Set (Lusa) - A maioria dos países lusófonos, à excepção de Cabo Verde, piorou a sua classificação no índice global de corrupção, divulgado hoje pela Transparency International, que analisa os níveis do fenómeno em 180 países.

A lista, divulgada anualmente, estima o grau de corrupção do sector público percepcionada pelos empresários e analistas dos respectivos países, e está organizada do menos corrupto (1º lugar) para o mais corrupto (180º), a que corresponde uma escala de 10 pontos (livre de corrupção) a zero pontos (muito corrupto).

Timor-Leste conta-se entre os países onde, segundo a Transparency International, a situação se deteriorou "significativamente" entre 2007 e 2008, tendo registado a pior queda com uma descida de 22 lugares.

O país, que há um ano ocupava a 123ª posição com 2,6 pontos, caiu este ano para o 145º lugar com 2,2 pontos, ao mesmo nível do Cazaquistão e com uma prestação ligeiramente acima de países como o Bangladesh, Quénia ou Rússia.

Portugal ocupa este ano a 32ª posição com 6,1 pontos, tendo perdido quatro posições e 0,4 pontos em relação ao índice de 2007.

Dos restantes lusófonos, Cabo Verde subiu dois lugares no índice, passando da 49ª para a 47ª posição, com 5,1 pontos, posição que partilha com a Costa Rica, Hungria, Jordânia e Malásia.

A Cabo Verde segue-se o Brasil entre os estados lusófonos melhor classificados, no entanto a 80ª posição conseguida em 2008 revela uma queda de oito posições em relação ao ano anterior, mantendo contudo o mesmo número de pontos que em 2007 (3,5).

Burkina Faso, Marrocos, Arábia Saudita e Tailândia partilham a posição com o Brasil.

A descida menos significativa foi a de São Tomé e Príncipe, que passou do 118º para o 123º lugar, mantendo o mesmo número de pontos (2,7) e partilhando a posição com países como o Nepal, Togo, Nigéria ou Vietname.

Moçambique caiu 15 posições na lista e perdeu 0,2 pontos, ocupando agora o 126º lugar, enquanto Angola e Guiné-Bissau perderam 11 lugares, uma queda que se registou igualmente na pontuação dos dois países, que passou de 2,2 para 1,9 pontos.

Angola e Guiné-Bissau ocupam agora a posição 158 juntamente com com Azerbaijão, Burundi, Gâmbia, Congo, Serra Leoa e Venezuela.

Macau, Região Administrativa Especial da China, é citado pelo segundo ano consecutivo como tendo registado um "agravamento dos níveis percebidos de corrupção", tendo passado do 34º para o 43º lugar e de 5,7 para 5,4 pontos.

Analisando a totalidade dos 180 países, a Dinamarca, Nova Zelândia e Suécia dividem o primeiro lugar como uma pontuação de 9,3 pontos, seguidos de Singapura como 9,2 pontos.

Na ponta oposta da tabela, está a Somália com 1,0 pontos, precedida do Iraque e Myanmar com 1,3 pontos e do Haiti com 1,4 pontos.

Durante a apresentação do índice de 2008, em Berlim, Huguette Labelle, que preside à Transparency International, destacou os aumentos contínuos dos níveis de corrupção nos países pobres e os constantes escândalos corporativos nos países ricos.

"Os aumentos contínuos nos níveis de corrupção e pobreza, que assombram muitas das sociedades do mundo, caminham para um desastre humanitário e não podem ser tolerados. Porém, até mesmo nos países mais privilegiados, onde as sanções são aplicadas de forma perturbadoramente desiguais, o combate à corrupção precisa ser enrijecido", defendeu.

Anónimo,  quinta-feira, 25 de setembro de 2008 às 13:29:00 WEST  

Os meninos operacionais da Fretilin precisam de propaganda aqui também?

A publicação referida no comentarista acima, apela à violência! Não se deve compactuar com esta postura...
Não chegarão áqueles os canais de manipulação instalados alhures?

A personagem de nome Alex Tilman vs TATOLI vs macario.sousa fez com que pessoas em diferentes grupos de apoio a Timor fossem "censuradas". Refiro especialmente, censuradas, no Forum-Loriku e seus satélites. Tendo feito esse mesmo apelo à censura publicamente no ano passado. A memória é curta... O blog TimorLorosaeNação irradicou do seu espaço alguns dos links que íam dar a blogs que não são da sua "cor política" ou que pelo seu conteúdo não lhes agrada, caso do Umalulik. Para não se falar do TimorOnline que fechou os comentários aos que não lhes agradam desde o final de 2006! O blog TLN tem recentemente por princípio, desde a sua mudança "estratégica", censurar os comentários que não lhes agradam e não estou a falar de asneiras que ali se colocam e que deveriam, essas sim ser apagadas, mas sim de simples posições em relação a Timor-Leste contrárias às opiniões dos mentores desse blog. Essa mudança foi claríssima a partir do momento em que apareceram com as letrinhas todas, nomes de pessoas que supostamente "conspiram" em Timor-Leste contra Xanana Gusmão, contra a AMP, contra Ramos Horta, contra Fernando La Sama, contra tudo aquilo que não é da sua cor política. Recorrente é o facto de censurarem os comentários de moriae e não só, para só falar deste caso mas outros há.

Assim, começo por aqui, por fazer a sugestão a essa mesma personagem TATOLI, referida inicialmente e propôr: não censurem as coisas, eliminem sim o mau trato escrito e expresso por uns quantos e umas quantas pessoas. O resto, deveria ser dado à estampa.

Agora propaganda áqueles que já assumiram claramente um cariz de violência, meu caro TATOLI..., é melhor começar a pensar no assunto. O Umalulik deveria fazer exactamente a mesmíssima coisa quanto às diatribes de TATOLOS e às dos seus e suas colegas e simplesmente ignorar-vos. Apagar a propaganda daqueles que apelam à violência pois sabe perfeitamente que as pessoas não ficarão de braços cruzados caso, como pretende Mari Alkatiri, desestabilizem Timor-Leste.

E já lhe estou a dar importância a mais...

Anónimo,  quinta-feira, 25 de setembro de 2008 às 16:25:00 WEST  

Aquilo que os propagandistas da Fretilin nao querem que as pessoas saibam.



"Claro que esta classificacao do nivel da "Percepcao da Corrupcao" (Corruptions Perception Index) baseia-se nos dados recolhidos anteriormente a publicacao da dita classificacao.

Por isso a classificacao de Timor Leste e' baseada em dados recolhidos nos anos anteriores.

De acordo com a TI, no caso de Timor-Leste e outros paises as mudancas na percepcao da corrupacao ocorrerram nos 2 anos anteriores, repito nos 2 anos anteriores a publicacao da classificacao, o que quer dizer que ocorreram no tempo do GOVERNO da FRETILIN.

No grupo de paises que mostraram uma maior deterioracao da percepcao de corrupcao alem de Timor-Leste estao tambem a Bulgaria, Burundi, Filandia, Franca, Italia, Macau, Maldivas, Noruega, Portugal, Somalia, e o Reino Unido.

Citacao:
"Which countries' scores deteriorated most between 2007 and 2008?

Making comparisons from one year to another is problematic, for the reasons highlighted above. To the extent that changes can be traced back to individual sources, trends can be cautiously identified. Noteworthy examples of deteriorations from CPI 2007 to CPI 2008 are Bulgaria, Burundi, Finland, France, Italy, Macao, Maldives, Norway, Portugal, Somalia, Timor-Leste and United Kingdom. In these cases, actual changes in perceptions occurred during the last two years."


http://www.transparency.org/policy_research/surveys_indices/cpi/2008/faq#general1

Como podemos reparar a parte da citacao em 'bold' (negrito) diz o seguinte:

Traducao: "Nestes casos, as mudancas reais nas percepcoes ocorreram durante os ultimos dois anos."

Como podemos ver, e muito bem, esta mancha da queda da classificacao de Timor-Leste e' uma reflecao dos consecutivos governos da FRETILIN, incluindo o de Mari Alkatiri e nao do novo governo da AMP.

Portanto nao vale a pena tentar apontar o dedo ao actual governo da AMP."

Enviar um comentário

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP