MULHER TIMORENSE | Poesia

>> 20090308

MULHER TIMORENSE

Carregas no olhar
os azuis das montanhas
onde as lágrimas secaram
em esperas...

Esperas que regressem
aqueles que pereceram
às mãos dos ocupantes.

Sentada no tear
teces a tais
e silenciosa continuas a aguardar
que o teu filho, o teu pai, ou teu irmão
voltem para casa,
porque a Libertação (está a chegar) chegou!

Mulher timorense:
com muito carinho
ergues altares e acendes velas,
levas flores aos teus mortos:
ao Manelito,
ao Adelino,
e a tantos outros que pereceram...

Mas tu MULHER TIMORENSE
com tuas mãos, vais construir uma Nação!

Poema de Fítun Taci
Fonte: SPN | Bom dia da Mulher

3 comentários:

Anónimo,  domingo, 8 de março de 2009 às 12:35:00 WET  

Parabens Palmira Marques.


Um Abraco

Le Mau Dick

MARIA quarta-feira, 11 de março de 2009 às 12:24:00 WET  

Muito belo o poema.
Dizia um outro, bem conhecido"com mãos se faz a paz, se faz a guerra, se ama e erra e volta a ...". Este blog é um espaço especialíssimo de informação/formação, de cultura, de valor e valores, mãos que diariamente fazem um pouco a diferença não apenas para Timor e para o seu Povo, mas para o Mundo.
Para mim é sempre uma honra muito grande visitá-lo.
Um beijinho Margarida.


Maria

Margarida quarta-feira, 11 de março de 2009 às 12:37:00 WET  

Obrigada pela visita e pelas palavras amigas!

Bjinho Maria!

Enviar um comentário

  © Blogger template Simple n' Sweet by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP